Cheio de esperança

Cheio de esperança

Ele esperava sempre o amor bater a porta do seu coração
Não desanimava de jeito nenhum, mesmo diante de tanto nãos
Enxergava otimismo em tudo, tudo o que era sensação
Sonhava com uma deusa, que chegava e trazia-lhe união.

Certo dia aparece, nada de deusa, uma mortal
Tira-lhe o fôlego, num sentimento surreal
Não era quem ele esperava, mas era sensacional
Domina sua vida, cativa o coração e prende o emocional.

O sorriso de felicidade personifica sua esperança
A alegria invade a alma, torna-se momentos de bonança
Ele se sente completado por ela, ela era sua herança
De uma vida confiante, esperançosa e de mudança.

Rimas

Site Literário