Manhã de domingo | Revelação

Disseram ser admiradores de tanto companheirismo e amor sincero; uma importante referência que aquele casal de senhores representavam na vida deles.

O senhor e a senhora, logo, agradecem as palavras de reconhecimento e confirmam o motivo de suas tristezas. Não sabiam que o filho estava mais próximo do que eles ali pensavam.

A namorada do rapaz começa a perceber a semelhança entre a história que o rapaz sempre contava-lhe e aquele acontecimento. Ela começa a revelar que há 20 anos, os pais adotivos do rapaz encontraram uma criança que alguém tinha deixada na porta de sua casa e que criaram como se fosse filho.

Depois que torno-se adulto, o jovem soube da verdade e quis procurar os pais biológicos, mas a busca terminou sem sucesso. Naquele momento, o rapaz estava aos prantos, mal conseguia falar, mas por meio de gestos confirmava aquela história que por várias vezes contou a namorada.

Ao ouvi tal relato da jovem, o casal que naquele momento, já tinha perdido a esperança de o reencontrar, conseguiu ver o retorno do filho naquela manhã de domingo.

História completa AQUI

O rapaz e a felicidade | Escola

Um dia, ao voltarem da escola, passaram perto do lago e resolveram ficar um pouco descansando. Depois de um determinado momento, a menina subiu em uma pedra alta e, que quando ia descendo, escorregou e caiu.

Após o acidente, percebeu que tinha machucado um dos pés, pois estava doendo bastante. O menino pede que ela apoia-se em seu ombro, na esperança de poder levá-la para casa.

Os pais, preocupados, resolveram ir para escola, mas no caminho viram o menino trazendo a colega. Ele mal conseguia andar, porém não soltava ela. Depois do ocorrido, a família da menina foi morar na cidade e só retornando após oito anos.

O rapaz, ao completar seus 17 anos, convive com uma dor de perda que assola o coração e arde a alma. Pois ele não esperava pelo falecimento da pessoa que ele tanto amava. Aquela que sempre cuidou dele com muito carinho, ensinando e educando para a vida.

Foram dias sofridos de choro e tristeza, mas ele daria continuação a tudo aquilo que a senhora fazia no seu cotidiano. Ao ir para o trabalho, despedia-se da casinha e agradecia a Deus pela simples e singela moradia.

Foi a partir da continuação deste trabalho que, aproximadamente, quatro anos depois, ele conhece a bela jovem. Após a permissão da família da dela, começam o namoro. Tempo depois acabam se casando em uma cerimônia em frente da humilde casinha.

Anos depois, recebem uma ótima notícia. Bom, mais isto é outra história.

História completa AQUI

Ser Poeta

O poeta poetisa a vida

Seja a beleza, seja a tristeza

A poesia é a melhor saída

Para relatar a sociedade, a natureza .

De uma poça de lama, onde leva um escorregão

Diz: que a água e a terra juntas os levaram ao chão

Sentindo a importância do solo para a criação

Apenas sujou a roupa sem lever um escorregão.

Da carreira de um boi, nada amigo e valente

Conta a história contente de sua velocidade

Juntando em sua volta um monte de gente

Com a mais brasileira de todas as curiosidades.

E quando fala de amor, aí é que é criativo

Nas estrelas ver o brilho de sua amada

A lei do amor não tem parágrafos, nem incisos

É, continuamente escrita, sempre acrescentanda.

Quando a dor bate no peito

Para não se afogar na amargura

Mesmo ardendo, por dentro dar o seu jeito

Amenizando, em versos, o que só o tempo cura.

Autor: Jocélio Araujo

Desejos e delírios

Ela sempre o esperava no portão

Era o momento que alegrava o coração

Uma chama que trazia emoção

Tranquilidade que a alimentava de sensação.

.

Naquela tarde fria e chuvosa

Na alma, algo deixa-lhe nervosa

Ventos de tristeza, afeição chorosa

Caía nos seus sentimentos sem demora.

.

Chega a notícia por meio da solidão

A esperança cala em seu coração

Na certeza das lágrimas ir ao chão

E, no suor trêmulo de suas mãos.

.

Neste momento de aflição e agonia

sussurros na alma, ela sentia

Era um “acorda, amor” já é dia

Vem, vamos de alegria.

Cheio de esperança

Ele esperava sempre o amor bater a porta do seu coração

Não desanimava de jeito nenhum, mesmo diante de tanto nãos

Enxergava otimismo em tudo, tudo o que era sensação

Sonhava com uma deusa, que chegava e trazia-lhe união.

Certo dia aparece, nada de deusa, uma mortal

Tira-lhe o fôlego, num sentimento surreal

Não era quem ele esperava, mas era sensacional

Domina sua vida, cativa o coração e prende o emocional.

O sorriso de felicidade personifica sua esperança

A alegria invade a alma, torna-se momentos de bonança

Ele se sente completado por ela, ela era sua herança

De uma vida confiante, esperançosa e de mudança.