Arquivar 28 de maio de 2020

Manhã de domingo | Revelação

Eles disseram ser admiradores do companheirismo e amor sincero expressados pelo experiente casal. Ficavam deslumbrados com a importante referência que o casal de senhores representavam na vida deles.

O senhor e a senhora, logo, agradecem as palavras de reconhecimento e confirmam o motivo de suas tristezas. Não sabiam que o filho estava mais próximo do que eles ali pensavam.

A namorada do rapaz começa a perceber a semelhança entre a história que o rapaz sempre contava-lhe e aquele acontecimento. Ela começa a revelar que há 20 anos, os pais adotivos do rapaz encontraram uma criança que alguém tinha deixada na porta de sua casa e que criaram como se fosse filho.

Depois que tornou-se adulto, o jovem soube da verdade e quis procurar os pais biológicos, mas a busca terminou sem sucesso. Naquele momento, o rapaz estava aos prantos, mal conseguia falar, mas por meio de gestos confirmava aquela história que por várias vezes contou a namorada.

Ao ouvi tal relato da jovem, o casal que naquele momento já tinha perdido a esperança de o reencontrar, conseguiu ver o retorno do filho naquela manhã de domingo.

História completa AQUI

O rapaz e a felicidade | Escola

Um dia, ao voltarem da escola, passaram perto do lago e resolveram ficar um pouco descansando. Depois de um determinado momento, a menina subiu em uma pedra alta e, que quando ia descendo, escorregou e caiu.

Após o acidente, percebeu que tinha machucado um dos pés, pois estava doendo bastante. O menino pede que ela apoia-se em seu ombro, na esperança de poder levá-la para casa.

Os pais, preocupados, resolveram ir para escola, mas no caminho viram o menino trazendo a colega. Ele mal conseguia andar, porém não soltava ela. Depois do ocorrido, a família da menina foi morar na cidade e só retornando após oito anos.

O rapaz, ao completar seus 17 anos, convive com uma dor de perda que assola o coração e arde a alma. Pois ele não esperava pelo falecimento da pessoa que ele tanto amava. Aquela que sempre cuidou dele com muito carinho, ensinando e educando para a vida.

Foram dias sofridos de choro e tristeza, mas ele daria continuação a tudo aquilo que a senhora fazia no seu cotidiano. Ao ir para o trabalho, despedia-se da casinha e agradecia a Deus pela simples e singela moradia.

Foi a partir da continuação deste trabalho que, aproximadamente, quatro anos depois, ele conhece a bela jovem. Após a permissão da família da dela, começam o namoro. Tempo depois acabam se casando em uma cerimônia em frente da humilde casinha.

Anos depois, recebem uma ótima notícia. Bom, mais isto é outra história.

História completa AQUI