Arquivar 12 de dezembro de 2018

A Viagem

Viajei em meus pensamentos
Com a esperança de te encontrar em mim
Decepcionei, que tormento!
Não imaginei sofrer tanto assim.

O meu desejo de te ter
Me enganou, causo-me dor
Inconsciente e sem perceber
Ignorei a falta de amor.

Não desisto desta paixão
Luto para o sonho ser realidade
Alimento dia e noite, o meu coração
Para realizar, tornando-se verdade.

Quero um amor infinito
Deste que encanta a alma
Um gostar muito querido
Que me faça feliz, que traga a calma!

Sonho triste

Sonhei que te perdia
Num dia confuso de solidão
Olhei para o lado e me pedia
Fica contigo o meu coração.

Corri para te abraçar loucamente
Como não se fosse houver o amanhã
Chorando, disse-me: ficarás em minha mente
Não aguentei tanto sofrimento de uma vida sã.

No momento que acordei chorando
Falando de amor quase implorando
Insistindo que não desistisse de mim
Lembrou-me a alma, ela não está afim.

A tua presença

És flor mais bela de qualquer jardim
Tua essência encanta e cativa algo em mim
Sinto tua presença em meu coração
Amor, carinho ou talvez paixão.

Me alegro diante da tua presença
Que condena a minha alegria em sentença
De viver, infinitamente, o desejo de um amor eterno
No amar, no respeito e no carinho sincero.

A paz transita em minha alma
Assim como a sensação boa que me acalma
Me aquece, tranquiliza e faz sentir amado
Como seres que se completam, apaixonado.