O rapaz e a felicidade | Origem

Ao amanhecer de um belo dia de primavera, ao cantar de um galo garboso, uma Senhora ouvi um choro semelhante a de uma criança. Levanta da cama e sai correndo para verificar.

Chegando no local, ver um bebê chorando devido ao frio e fome que estava sentindo. Ao ver o indefeso naquela situação, a senhora se prontificou em cuidar dele, pois não entendia por que alguém tinha deixado lá.

Ao de longo de meses, a Senhora ficava na frente da sua casa a espera dos pais do bebê para que fosse devolvido; algo que não aconteceu. Então, ela resolveu cuidar da criança.

O tempo foi passando e quando a criança completou 4 anos de idade, a senhora resolveu a matricular em uma escola localizada em outra comunidade. Todos os dias, ela o levava numa caminhada que durava uns 30 minutos, mas não reclamava do cansaço.

Próximo da escola, existia um belo e majestoso lago. As vezes, a senhora parava para descansar e contar histórias para o garoto. Ele encantava-se de admiração que sentia devido ao carinho e dedicação de como era tratado. Algo tão belo que fugia de qualquer imaginação.

Aos oito anos de idade, o menino já ia sozinho para a escola. Pois, a senhora não mais suportava a rotina de caminhar durante tanto tempo. Certo dia, a menina que na época tinha, aproximadamente, a mesma idade do colega, o pede para irem a escola juntos. A partir daquele dia, ele passava na casa da dela e, juntos, iam para a escola.

História completa AQUI