Arquivar 24 de novembro de 2012

Sabias atitudes (Verdades)

Ao perseverar nos caminhos das verdades
Os extremos ganham ênfases em significados
Pois será captado sinceridade e bondade
Pois é remédio que machuca, mas indispensável.

Recompensa ao justo com franqueza
Relíquias como riqueza, imponente ato
Qualifica a dignidade humana na clareza
Alimento da alma e sublime em beleza.

Simples, que por muito é complicada
Usado por poucos, por outras ignoradas
Assim é a verdade, essência consolidada.

Verdades, verdades, verdades reveladas
Usada, formar-se fortes, virtude valorizada
Ao contrário converte em Hipócrates.

Elogios de Amor/ comparação

A cada raio do sol que ilumina ao amanhecer
Reflete o esplendor dos teus olhos
Com o luzente brilho do teu sorriso
Multiplicando a harmonia essencial do viver.

A beleza dos cânticos dos passarinhos
No despertar da alegria contagiante
Na calma melódica da delicalidade
Exala perfume, infinita sinceridade.

A calma da noite no esplendoroso céu estrelado
Onde a mais bela e brilhante estrela
Perde-se em tua formosura certeira.

Ao perfume das mais delicadas flores
Que no jardim, destaca-se em fragrância
Perfeita e harmoniosa na essência da elegância.

O sol

Olho para o céu e vejo o esplendor
Que há nos brilhos das estrelas
Brilho que ilumina o meu pensar poético
Aplauma o coração sonhador.

Percebo a humildade da lua
Em receber os encantos do sol
Elegante e esplêndido, brilha
Alimenta a vida, encanta e conceitua.

Um dia de alegria incessante
Que clareia num brilho contagiante
Sol que aquece a existência.

Ilumina a terra em imponentes raios
Em noites apaixonantes
Faz do céu um cenário fascinante.