Arquivar 23 de dezembro de 2011

Professores (educadores)

Excelência em dom e em sabedoria
Espelho de conhecimentos e mediação
Aprendizes de ensinante em dedicação
Construtores em alicerce da cidadania.

Desenvolvedores de aprendizagem
De conceitos e de cidadãos
Promovedores do respeito e união
Por meio do afeto, diálogo e coração.

Cidadão que expressa cidadania

Que ver o conhecimento como barco
Que leva ao mar da sabedoria.

Sentimental que sente o sentido do outro
Ver ao semelhante como esperança
Acredita em indivíduos conscientes.

Homenagem ao Brejo da Madre de Deus. (p2)

Meu esplendoroso Brejo da Madre de Deus
De belezas naturais esplêndidas que o engrandeceu
Sublime és teu nome, gloriosa es tua história
Dentre outros, és o mais, de grandioso se sucedeu.

Povo guerreiro, absoluto companheiro
Na busca da promoção de uma fé imponente
Que opera na verdade, promovendo o bem
É tua formação, brava gente de coração ordeiro.

Cidade que marca com sua história
Vale, que vale muito, de paisagem que encanta
Honrado por sua característica que cativa
Essencial na qualidade de vida.

Cultura que cultua uma fé pura
Riqueza em formosuras, valiosas relíquias.
História de milhares e de formação do seu povo.
Brejo da madre de Deus seja sempre glorioso.

Constelação de amigos

No céu da amizade seja sempre a estrela:
Que mais se aproxima dos amigos
Que mais se luzenta raios
Que mais promova a felicidade do outro.

No céu da amizade seja a estrela:
Que ilumina o companheirismo
Que una amigos na formação duma constelação
Que reflita o brilho na alma e coração.

Como estrela:
Seja radiante na sinceridade
Perfeita na bondade
Reflita raios de lealdade
Sublime em fidelidade.

Como estrela passiva e ativa:
Ame, muito mais do que ser amado(a)
Zele mais do que ser zelado
Compreenda, mais do que ser compreendido
Perdoe mais do que perdoado
No final das contas, serás mais feliz e brilhante.

As flores que jamais murcham

Jardim lindo, bonitas flores. Por que estão tão inquietas? Cedes de amar? Fala-me! Quero ouvi-lhes! Não se calem! Confessem as dores em sua alma, pois quero vê-las felizes, conta-me! Como foi seu dia?. Deixe-me regar-lhe com compreensão e companheirismo, não quero que a seca da tristeza deixe a murchar, pois são flores que jamais murcham.